Login
Password
Sources on this Page

> Headlines by Category

 Home / Regional / Africa

 Algeria
 
 Ethiopia
 
 Namibia
 
 Sudan
 
 Botswana
 
 Angola
 
 Kenya
 
 Nigeria
 
 Tunisia
 
 Mauritius
 
 Egypt
 
 Morocco
 
 Zimbabwe
 
 Somali
 

You are using the plain HTML view, switch to advanced view for a more complete experience.

Nairobi County in hiring freeze to check wage bill
The Nairobi County Assembly has directed the executive to freeze employment at City Hall following the huge wage bill.
Not so rosy future as Karuturi folded up
Kenya’s largest flower firm, Karuturi Limited, is set to be wound up, marking a dark chapter for one of the prominent growers.
Baisse de 23% du nombre de touristes français au Maroc au premier trimestre

Une baisse de 23% des départs de touristes français vers le Maroc a été enregistrée entre les mois de janvier à mars derniers.
D'après des chiffres publiés par le journal les Echos, le Maroc connaît une désaffection des touristes français avec une baisse de 23% depuis le début de l'année par rapport à la même période de l'année dernière.
La Tunisie, quant à elle, a connu une chute inquiétante de 54% durant la même période, sans doute liée aux menaces terroristes qui pèsent sur ce pays.
Globalement, les (...)

-Economie/,,
Vardy absence won't stop Leicester title coronation, says Simpson
Leicester will be crowned champions if they beat Manchester United on Sunday.
Barcelona await Real Madrid, Atletico Champions League hangover
Barcelona hold the slightest of advantages in a thrilling three-way La Liga title race with just three games remaining.
Almagro avalia pedido de deputados venezuelanos para resolver crise institucional
Washington - O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, avaliará medidas para resolver a crise política na Venezuela, atendendo a uma solicitação da oposição para facilitar o diálogo institucional e acompanhar um possível referendo revogatório do mandato do presidente Nicolás Maduro.,

             
Uma comissão de seis deputados da Assembleia Nacional venezuelana, de maioria opositora, entregou uma carta a Almagro, na quinta-feira em Washington, na qual pede "que actue para superar a atual crise institucional", revelou o próprio secretário-geral em um comunicado.
               
Os parlamentares pediram a Almagro que avalie "diferentes mecanismos" para "avançar em uma facilitação
internacional", incluindo o envio de uma missão de mediação ou a convocação de um Conselho Permanente, o órgão político da OEA, para discutir a situação na Venezuela.
               
O país com as maiores reservas de petróleo do mundo atravessa uma "grave" situação econômica e social, junto com a "violação dos padrões democráticos", disse o deputado Timoteo Zambrano, em uma coletiva de imprensa após a reunião.

"O sistema interamericano tem de forçar a aplicação de algum mecanismo que permita superar a situação que estamos vivendo (...). A região precisa se expressar, e não apenas o secretário-geral", insistiu Zambrano.
               
O presidente da Comissão de Política Externa do Parlamento venezuelano, Luis Florido, lamentou que "a crise vá pelo elevador, e a comunidade internacional sempre vá pela escada".
               
Dominado pela oposição desde janeiro passado, após 17 anos de hegemonia chavista, o Legislativo venezuelano está em choque frontal com o governo Maduro, que bloqueia as leis aprovadas no Legislativo por intermédio do Tribunal Supremo de Justiça.
             
O pedido dos parlamentares pode implicar a invocação da Carta Democrática Interamericana, mediante a convocação de uma sessão do Conselho Permanente.
               
O artigo 20 do documento autoriza o secretário-geral a convocar o Conselho Permanente, em caso de "alteração da ordem constitucional" em um país-membro da OEA "que afecte gravemente a sua ordem democrática".
               
O governo de Maduro conseguiu impedir tentativas anteriores de levar a situação interna do país à OEA. Desta vez, os parlamentares da oposição estão mais optimistas, apelando à "visão distinta" de Almagro sobre o organismo e devido a uma redução da influência bolivariana na região.
               
Os opositores também pediram a Almagro que observe o processo do referendo revogatório contra o presidente Nicolás Maduro. O procedimento foi deflagrado esta semana com a coleta de mais de meio milhão de assinaturas. A oposição também pediu à organização regional que envie uma missão de observação.
               
Uma missão observadora dificilmente seria aceita por Caracas, que acusa Almagro de interferir nos assuntos internos do país e impede a entrada da OEA desde 2006. O falecido presidente Hugo Chávez, padrinho político de Maduro, ainda estava no poder.

 A oposição tenta acelerar a convocação do referendo para que a votação aconteça ainda neste ano. Caso seja adiado até o quarto ano do governo de Maduro, em 2017, e seu mandato seja revogado, o actual vice-presidente completaria o governo, até 2019.

Em Washington, os deputados se reuniram também com funcionários da Casa Branca para discutir mecanismos de ajuda internacional humanitária diante da escassez de remédios e de alimentos, relatou Florido.
               
Na sexta-feira, a delegação se reúne com a subsecretária para a América Latina do Departamento de Estado, Roberta Jacobson.
               
   

,
Central Bank seizes Sh8bn from Chase Bank directors
The Central Bank of Kenya has seized Sh8 billion from disgraced Chase Bank directors who awarded themselves hefty interest-free loans that brought down the mid-tier lender.
Mehdi Benatia à la Juventus Turin ?

L'international marocain Mehdi Benatia pourrait intégrer l'effectif de l'équipe italienne de la Juventus Turin. A en croire la presse locale, des discussions très avancées sont actuellement en cours avec le club du Bayern Munich.
Le montant de la transaction n'est pas encore connu, mais selon Tuttosport, le transfert pourrait atteindre 23 millions d'euros et serait finalisé dans les prochaines semaines.
Le joueur marocain connaît très bien le championnat italien pour y avoir joué durant de (...)

-Sport/,,,
Maroc : eldorado des entreprises françaises (vidéo)

Les entreprises françaises emploient des milliers de personnes au Maroc. Le choix du royaume ne se fait pas au hasard. C'est d'abord une question de coût de la main d'oeuvre généralement bien formée mais aussi les fortes incitations fiscales accordées par le gouvernement marocain. La chaîne France 2 s'est intéressée à cet eldorado des entreprises françaises. Reportage !

-Economie/,,,,
Platini in court for make-or-break hearing
The stakes could not be higher for the 60-year-old former Juventus star and suspended head of Uefa.
Post Selected Items to:

Showing 10 items of about 130000

home  •   advertising  •   terms of service  •   privacy  •   about us  •   contact us  •   press release design by Popshop •   Official PR partner PRNews.io •   © 1999-2016 NewsKnowledge